Um abrigo onde o pet do morador de rua é bem-vindo

Todo inverno a mesma pauta é repetida pela mídia: moradores de rua passando muito frio, especialmente durante à noite, porque não querem ir para os abrigos. Entre outros motivos para a recusa, um fala bem alto: não querem se separar dos seus peludos, proibidos de entrar nos estabelecimentos de acolhimento.

Conversamos com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento (SMADS) de São Paulo, um dos municípios que também enfrenta essa questão, e o órgão destacou como positiva a iniciativa da Câmara Municipal, que aprovou no ano passado a Lei que permite que os abrigos da cidade aceitem moradores de rua acompanhados por seus animais de estimação. Como informa a Secretaria, por meio de sua assessoria de comunicação, alguns centros de acolhida da rede socioassistencial da cidade de São Paulo já recebem os pets, como o Zacki Narchi (Zona Norte) e o Dom Bosco (Centro), e outros equipamentos que acolhem famílias inteiras. Os espaços ficam do lado externo, permitindo que os animais fiquem seguros e também separados da convivência com os demais usuários.

Está em estudo a implantação dos espaços para animais de pequeno porte em outros centros de acolhida. No entanto, conforme o parágrafo 2º do artigo 4º do Projeto de Lei 245/15, a criação desses locais dependerá de disponibilização orçamentária.

Regina Lopes Oliveira, assistente social do abrigo Dom Bosco, conta que o espaço já foi pensado para acolher moradores de ruas com seus animais de estimação desde a fundação, em 2001. O abrigo é particular, mantido pela igreja católica e conveniado à SMADS. “Os padres da região ficaram sensibilizados com os carroceiros, que não tinham para onde ir com os cães”, conta Regina.

O local é de moradores fixos, não para pernoite. Não existe um canil, mas os bichinhos são abrigados do lado externo e ficam junto às carroças de seus donos. Segundo a assistente social, o local é bastante procurado justamente pelo acolhimento aos bichos. “Eles vêm direto para cá porque sabem que é um lugar onde podem entrar com os cães”, destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here